Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Bugiadas e Mouriscadas...

Quinta-feira, 27.06.13

  

 

A Festa da Bugiada tem por detrás uma lenda transmitida oralmente de geração em geração, que remonta ao tempo em que os muçulmanos ocuparam boa parte da Península Ibérica. Essa lenda dá conta da disputa de uma imagem milagrosa de São João, detida pelos bugios, a que os mourisqueiros pretenderiam também recorrer para salvar a filha do seu rei. 

 

 

 

 

Os mourisqueiros, representam o Mal (O Mal é asseado, com roupas alinhadas, ordeiro), comandados pelo Reimoeiro, são rapazes solteiros, em número de algumas dezenas. Usam um fato colorido e listado, na cabeça levam uma barretina cilíndrica, ladeada de espelhos e encimada de plumas, usam polainas e, na mão direita, transportam uma espada. São o lado organizado, apolíneo, militar, da festa.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


  

 

 

 

 

Os bugios representam o Bem (O Bem é de costumes ousados, veste mal, é malcriado e sujo), sob a condução do Velho da Bugiada, vão mascarados, vestidos de roupas garridas, levam penachos de fitas na cabeça, guizos por todo o corpo e castanholas nas mãos. São, habitualmente, em número de várias centenas, de todas as idades, e fazem uma enorme algazarra. São o lado folião e telúrico da festa.

 


  

 

   

 

 

 

 

 

 

 

A Festa de S. João de Sobrado é bem mais rica do que as danças e a luta que envolvem Bugios e Mourisqueiros. Existem três outros tipos de manifestações populares tradicionais que se entremeiam nesta festa. Uma delas é o conjunto de cenas de crítica da vida local e nacional, típicas da época carnavalesca conhecida por estardalhadas. 

 

 

 

 

 

 

 

Estardalhadas

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 

Cobrança dos direitos   

 

Outra é o ritual da lavra da praça, em que as operações de lavrar, gradar e semear são feitas na sua ordem inversa. Este ritual de cultivo feito pela ordem errada, simboliza a fertilidade das terras de Sobrado, uma vez que se dizia que mesmo cultivando ao contrário, as terras eram tão férteis que produziam sempre.


 

 

 

 

  


Finalmente, a mais espectacular é a chamada Dança do Cego ou Sapateirada - uma cena curiosíssima de teatro popular, em que se evoca a perturbação causada numa comunidade local pela chegada de um cego que viaja de terra em terra, guiado pelo seu moço.

Neste vídeo assistimos a uma batalha com água, entre a caravana que passa e a assitência.

  


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por VANDOVSKY às 23:34





      

mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Junho 2013

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30






comentários recentes

  • Anónimo

    Por acaso lembram-se de uma série de contos e lend...

  • VANDOVSKY

    Obrigada... Bom Ano...

  • Milton

    Uma singela postagem.Cordial abraço e um excelente...

  • linda

    Saudades dos que a minha avó fazia:'(

  • VANDOVSKY

    Parece que finalmente encontrei a música que falta...

  • Libania Neves

    Ora aqui está um post, que é uma verdadeira lição ...

  • Libania Neves

    fiquei com vontade de conhecer!

  • Libânia

    belo e "doce" post!

  • Existe um Olhar

    Adorei esta ideia dos puzzles! Pequenos detalhes q...

  • VANDOVSKY

    Olá Manu,Tal como comecei por dizer neste post, es...