Domingo, 17 de Maio de 2009

Um passeio pelo Alto Alentejo

Por terras de Castelo de Vide e do Marvão

 

Castelo de Vide

 

 

 

Vila do Distrito de Portalegre, sede de concelho e comarca, situa-se a 628 m de altitude, a meia encosta de uma das colinas da serra de Marvão, contraforte da serra de São Mamede.

 

Esta vila, das mais castiças povoações alentejanas, pela pujança da vegetação que a circunda é por vezes designada "a Sintra do Alentejo". Mantém dentro do perímetro das muralhas um notável conjunto de obra de arte, tais como:

 

IGREJAS

 

 

  

FONTES

 

CASAS NOBRES, PORTAIS GÓTICOS e a JUDIARIA, com as suas ruas tão características

De grandes tradições são as festas populares de Castelo de Vide, que acontecem ao longo do ano. Pelos Santos Populares as ruas enchem-se de fogueiras, onde se queima o rosmaninho e à volta das quais se dança.

 

Mas a grande festa é a Páscoa, que tem início no Domingo de Ramos com a bênção dos ramos e a Procissão do Senhor  a caminho do Calvário.

 

Na quinta-feira Santa, realiza-se a visitação às igrejas e capelas, (existem 24 em Castelo de Vide). Na sexta-feira Santa celebra-se com grandiosidade o enterro do Senhor.

 

No sábado Santo a festa começa de manhã com a bênção dos cordeiros. Os rebanhos entram na vila, são benzidos e seguidamente vendidos e mortos. As peles são adquiridas por negociantes que ali se deslocam propositadamente. Às 22 horas realiza-se o Cortejo da Aleluia, que acompanhado pela banda, sai da igreja matriz e percorre toda a vila, seguido por centenas de garotos agitando chocalhos, cujo o ruído chega a abafar o som da música.

 

No domingo realiza-se a procissão da ressurreição, na qual participam todas as entidades públicas do concelho e o estandarte da Câmara é transportado pelo vereador mais jovem.

 

Na segunda-feira (feriado municipal), coincide com a Romaria de Nossa senhora da Luz. As pessoas reúnem-se para comer, como exige a tradição, as pernas assados dos borregos.

 

Em Agosto, na Romaria de S. Roque e S. Mamede (no Forte de São Roque), há sempre um lavrador que traz um rebanho de cabras que são ordenhadas no próprio local e cujo leite é distribuído pelos assistentes.

 

A vila também é conhecida pelas suas famosas águas; são três as nascentes desta estância hidrológica: a da Ribeira da Fazenda do Arco, a da Fonte da Vila (recomendadas no tratamento do reumatismo e das doenças de pele) e a da Fonte da Mealhada (recomendada no tratamento das doenças do estômago.)

Artesanato local

 

 

 Marvão

O Castelo de Marvão, do século XIII, surge no alto de uma escarpa abrupta, como que fazendo parte do monte onde está implantado, a 850m de altitude. Conserva a cintura de muralhas e a bela torre de menagem donde se desfruta um dos mais belos panoramas do País; tem perto dele uma porta que remonta ao século XII.

 

Os Paços do concelho ostentam  o escudo e a esfera armilar de D. Manuel I.

 

Segundo crónicas muito antigas perpetuadas na tradição popular, a imagem de Nossa Senhora da Estrela existente no convento do mesmo nome vem do tempo dos Visigodos e foi escondida aquando da invasão árabe para a preservar do sacrilégio.

 

Conta-se que, após a reconquista de Marvão pelos cristãos, andava um pastor guardando gado por aquelas paragens quando certa noite foi atraído por uma estrela de extraordinário brilho. Aproximando-se, subiu o monte, e aí encontrou a imagem num recanto das penedias. esse esconderijo foi transformado em rústica capela onde a Senhora da Estrela esteve exposta à veneração dos fiéis durante muitos anos, até à construção do actual convento.

  

 

 

 

 

 Flor da Rosa...

 

 

 

 

 

 

 Bibliografia: "À Descoberta de Portugal", Difusão Cultural, 1988

      "Guia Turístico de Portugal de A a Z", Circulo de Leitores, 1990

tags:
publicado por VANDOVSKY às 19:05
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Maria Soares a 19 de Maio de 2009 às 09:19
Bom dia!
Como castelovidense agradeço a visita, mas tb me sinto no direito, senão obrigação, de fazer uma pequena correcção: o feriado municipal de Castelo de Vide é sempre na segunda-feira seguinte ao dia de Páscoa, não na sexta-feira, como indicou.
Espero que tenha tido uma boa estadia e volte mais vezes.
Um beijinho
Maria da Conceição
De VANDOVSKY a 19 de Maio de 2009 às 16:49
Agradeço a correcção, que desde já ressalvo e...
Obrigada pela vista a minha página!!
Vandovsky

comentar post...

                     Este    Blog              utiliza     o      Google                  Chrome

restos de mim

encontre outros restos

 

Abril 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30


novos restos

Primavera

Inscrição para uma lareir...

A neve

Quando Está Frio no Tempo...

David Bowie... Sempre

Winter Wonder

Menino

Clandestinos do Amor

UPI na Escola

Momentos de inspiração VI...

Momentos de inspiração VI

Momentos de inspiração V

Palavras de mãe

Dá-me um beijo

Dia nacional do estudante

Dia da mulher

Vamos adivinhar II

O Vento que soa...

De passagem por Monsanto....

A cerimónia do chá II

restos conservados

mais inspiradores

tags

todas as tags

restos especiais

Música Tradicional da Bei...

A minha Aldeia

Aldeias Históricas... e n...

Momento musical

outros caminhos