Quinta-feira, 24 de Fevereiro de 2011

O lugar da casa... do Poeta

 

Eugénio de Andrade nasceu no dia 19 de Janeiro de 1923,  na freguesia da Póvoa da Atalaia, concelho do Fundão, lugar onde passou a sua infância.

 

 

Mais tarde partiu com sua mãe para viver em Lisboa, viveu também em Coimbra, onde terminou o liceu, e por fim no Porto, no Passeio Alegre (Foz do Douro), onde faleceu no dia 13 de Junho de 2005.

 

 

Na sua aldeia natal, mesmo frente à casa onde viveu com sua mãe, até cerca dos seus 8 anos, existe o Jardim Eugénio de Andrade, pequeno espaço constituído por oliveiras e poemas escritos na parede, que aguardou cerca de dois anos para que pudesse ser inaugurado pelo poeta, o que tal não veio a acontecer devido à sua doença. 

 

 

Uma escultura de Valeriano Hernández inaugurada em 2006

Escultura de Valeriano Hernández inaugurada em 2006.


 

    

 

Passamos pelas coisas sem as ver,

gastos, como animais envelhecidos:

se alguém chama por nós não respondemos,

se alguém nos pede amor não estremecemos,

como frutos de sombra sem sabor,

vamos caindo ao chão, apodrecidos.

 

 

Mais de Eugénio...

tags: ,
publicado por VANDOVSKY às 23:47
link do post | comentar | favorito
4 comentários:
De libania a 1 de Março de 2011 às 13:41
artigo muito bem elaborado...como de costume!
O Eugénio de Andrade continua a ser único.
bj
De maripossa a 4 de Março de 2011 às 19:01
Olá amiguinha. Pessoalmente é um dos meus poetas favoritos, os poemas dele tem sensibilidade da alma e vai ao encontro do "homem" como da natureza, todo este post,tem tudo isso para além das fotos que estão muito bonitas...gostei muito.
Beijinho bfs
De mfssantos a 8 de Março de 2011 às 16:57
Obrigada por, mais uma vez, partilhar a beleza.
"A thing of beauty is a joy forefever."
Saudações cordiais.M.F.
De css a 14 de Junho de 2011 às 22:13
Adoro Eugénio de Andrade e fiquei muito feliz em descobrir (aqui) este jardim.

Obrigada pela partilha.

comentar post...

                     Este    Blog              utiliza     o      Google                  Chrome

restos de mim

encontre outros restos

 

Abril 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30


novos restos

Primavera

Inscrição para uma lareir...

A neve

Quando Está Frio no Tempo...

David Bowie... Sempre

Winter Wonder

Menino

Clandestinos do Amor

UPI na Escola

Momentos de inspiração VI...

Momentos de inspiração VI

Momentos de inspiração V

Palavras de mãe

Dá-me um beijo

Dia nacional do estudante

Dia da mulher

Vamos adivinhar II

O Vento que soa...

De passagem por Monsanto....

A cerimónia do chá II

restos conservados

mais inspiradores

tags

todas as tags

restos especiais

Música Tradicional da Bei...

A minha Aldeia

Aldeias Históricas... e n...

Momento musical

outros caminhos