Domingo, 19 de Dezembro de 2010

Uma história singular

 

 

 

Uma linda manhã de Outono andava uma galinha a passear melancólica, debaixo duma parreira, quando um bago de uva combalido, desprendendo-se do cacho, lhe caíu precisamente sobre a crista vermelhinha. Assustadíssima, desatou a correr até encontrar um galo.

 

- Onde vais com tanta pressa, querida e formosa amiga? - perguntou ele um pouco ironicamente.

- Vou avisar El-rei de que o céu está a cair. Há bocadinho caíu-me um pedaço tão grande em cima da cabeça, que por milagre não me matou.

- Nesse caso vou contigo.

 

E ambos se deitaram a correr, até que encontraram um pato, que lhes preguntou surpreendido:

 

- Mas o que é que aconteceu?

- Vamos avisar El-rei de que o céu está a cair.

- Nesse caso, eu também vou.

 

E desataram a correr, até que encontraram um ganso.

 

- Mas, o que é isso, meus amigos? - preguntou ele assustado.

- Vamos avisar El-rei de que o céu está a cair.

- Nesse caso, eu também vou.

 

E a galinha, e o galo, e o pato, e o ganso, desataram a correr, até que encontraram um pavão, que lhes preguntou, gritando:

 

- Mas, o que vem a ser isso, queridíssimos amigos?

- Vamos avisar El-rei de que o céu está a cair.

- Nesse, caso, eu também vou.

 

E desataram a correr, até que encontraram uma raposa.

 

- O que significa tanta pressa? - perguntou ela, sorrindo.

- Vamos avisar El-reí de que o céu está a cair.

- Mas, têm a certeza de que é este o caminho para a cidade?

- Não; realmente não sabemos ... - disseram todos ao mesmo tempo, desconcertados, a olhar uns para os outros.

- Ah! então, tiveram sorte, com o meu encontro - disse a raposa. - Eu vou ensinar-lhes o verdadeiro caminho: chegam lá rapidamente. Queiram ter a bondade de me seguir.

 

E seguiram atrás dela. Por fim, pararam ao pé dum subterrâneo, e a raposa exclamou:

 

- Podem entrar. É esta uma das portas secretas da cidade.

 

Entraram todos, e, uma vez lá dentro, foram comidos pela raposa, pelo marido e pelos filhos.

E tudo isto por causa dum bago de uva.

(A. Boto)

 

"Baloiçando"

Leituras para a 2ª classe

Ensino primário elementar

Livraria Bertrand

publicado por VANDOVSKY às 00:05
link do post | comentar | favorito
                     Este    Blog              utiliza     o      Google                  Chrome

restos de mim

encontre outros restos

 

Abril 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30


novos restos

Primavera

Inscrição para uma lareir...

A neve

Quando Está Frio no Tempo...

David Bowie... Sempre

Winter Wonder

Menino

Clandestinos do Amor

UPI na Escola

Momentos de inspiração VI...

Momentos de inspiração VI

Momentos de inspiração V

Palavras de mãe

Dá-me um beijo

Dia nacional do estudante

Dia da mulher

Vamos adivinhar II

O Vento que soa...

De passagem por Monsanto....

A cerimónia do chá II

restos conservados

mais inspiradores

tags

todas as tags

restos especiais

Música Tradicional da Bei...

A minha Aldeia

Aldeias Históricas... e n...

Momento musical

outros caminhos