Quinta-feira, 18 de Fevereiro de 2010

Nazaré e o Carnaval

 

 

 Santuário de Nossa Senhora da Nazaré

 

 

A construção do Santuário de Nossa Senhora da Nazaré remonta ao século XIV, aquando da vinda de El-Rei Dom Fernando em peregrinação à Senhora da Nazaré, mais precisamente em 1377, com o objectivo de albergar a imagem da Nossa Senhora da Nazaré e os peregrinos.

 

 

 

 

 

Situado no Sítio da Nazaré, no centro do Largo de Nossa Senhora da Nazaré, o Coreto de base octogonal e coberto por um coruchéu, foi erguido em 1897 pela Confraria de Nossa Senhora da Nazaré.

 

 

 

  

 

Ermida da Memória

 

 

Está associada ao Milagre de Nossa Senhora da Nazaré. Foi edificada a mando de D. Fuas Roupinho, após, num dia de caça à beira do precipício, ter invocado a Virgem no momento de aflição.

 

 

 

Todo o interior é revestido de painéis de azulejos azuis e brancos dos séculos XVII e XVIII. Uma pequena escada dá acesso a uma lapa onde primitivamente estava a imagem da Virgem.

 

 

 

 

 

A Lenda

 

 

 

O Artesanato

 

 

 

 

 

 

A Paisagem Natural

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A Ladeira do Sítio

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Monumento à Mulher da Nazaré

 

Localizado no Largo dos Cedros e inaugurado em 1998, este monumento é uma homenagem à mulher nazarena. 

 

  

 

Ex-líbris da Nazaré e visitado anualmente por milhares de turistas, o Ascensor da Nazaré foi construído em 1889, funciona com o cabo a descoberto sobre roldanas, numa extensão de 318 metros, com uma inclinação de 42%.

 

  

  

 

 

Carapau seco ou enjoado

 

 

 

O Carnaval

O Carnaval, na Nazaré, é muito mais do que alguns dias de folia e extroversão. É um estado de alma, uma referência cultural, um devir colectivo.

Os velhos costumes e tradições nazarenas, como por exemplo o vestuário, são exibidos por muitos nazarenos.

O Carnaval da Nazaré não se explica, sente-se. Em primeiro lugar, é uma festa dos nazarenos, uma folia espontânea que está longe de se esgotar nos desfiles carnavalescos, tão procurados pelos visitantes.

 

O Carnaval da Nazaré não se explica, sente-se. Em primeiro lugar, é uma festa dos nazarenos, uma folia espontânea que está longe de se esgotar nos desfiles carnavalescos, tão procurados pelos visitantes.

No Carnaval da Nazaré, todos podem ser alvo de crítica e/ou de homenagem públicas. 

São estes pequenos e grandes gestos que fazem com que o Carnaval nazareno seja tão admirado por muitos e vivido intensamente por todos os nazarenos, porque os nazarenos fazem o seu Carnaval para si próprios, com o objectivo principal de primeiro se divertirem, e só depois divertir os outros.

Por isso, o Carnaval na Nazaré não é igual a nenhum outro e assumiu, por brincadeira, a assinatura de “o mais nazareno de Portugal”.

 

 

Trajes da Nazaré

 

 

 

sites consultados:

http://www.regiaodanazare.com

http://www.visitoeste.com

http://www.cm-nazare.pt

sinto-me:
publicado por VANDOVSKY às 22:37
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Anónimo a 19 de Fevereiro de 2010 às 13:51
Oi :)

Que passeio lindo.......mas mto frio de certeza.....

Beijos de todos

comentar post...

                     Este    Blog              utiliza     o      Google                  Chrome

restos de mim

encontre outros restos

 

Abril 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30


novos restos

Primavera

Inscrição para uma lareir...

A neve

Quando Está Frio no Tempo...

David Bowie... Sempre

Winter Wonder

Menino

Clandestinos do Amor

UPI na Escola

Momentos de inspiração VI...

Momentos de inspiração VI

Momentos de inspiração V

Palavras de mãe

Dá-me um beijo

Dia nacional do estudante

Dia da mulher

Vamos adivinhar II

O Vento que soa...

De passagem por Monsanto....

A cerimónia do chá II

restos conservados

mais inspiradores

tags

todas as tags

restos especiais

Música Tradicional da Bei...

A minha Aldeia

Aldeias Históricas... e n...

Momento musical

outros caminhos