Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Eu queria ser Pai Natal

Sexta-feira, 20.12.19

Eu queria ser Pai Natal
E ter carro com renas

13321791_283402005332792_7102223121289246822_n.jpg

13775549_304834033189589_5379072635857739731_n.jpg

Para pousar nos telhados
Mesmo ao pé das antenas.

14364685_333123067027352_4190719830864188701_n.jpg

22449618_527391647600492_2609534141203956411_n.jpg

Descia com o meu saco
Ao longo da chaminé,

22519349_527392894267034_5911187533907739142_n.jpg

22728760_530722010600789_2194031530704387530_n.jpg

Carregado de brinquedos
E roupas, pé ante pé.

22788919_531668933839430_6559491431276921416_n.jpg

78105975_1016762095330109_5887921024854392832_n.jp

Em cada casa trocava
Um sonho por um presente

78246775_1019291071743878_3374771553559379968_n.jp

78340988_1019290861743899_2109707778544107520_n.jp

Que profissão mais bonita
Fazer a gente contente!

 

Poema de: Luísa Ducla Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por VANDOVSKY às 21:28

PRELÚDIO DE NATAL

Quarta-feira, 18.12.19

78391559_1019289685077350_9187126472836382720_n.jp

78472474_1019292828410369_5985633631077400576_o.jp

Tudo principiava
pela cúmplice neblina
que vinha perfumada
de lenha e tangerinas

78606873_1019308245075494_6577420759428235264_o.jp

78764712_1019292111743774_7080711392315047936_n.jp

Só depois se rasgava
a primeira cortina
E dispersa e dourada
no palco das vitrinas

78778378_1016761918663460_4085556626361155584_n.jp

78815896_1019293118410340_5609865885788405760_n.jp

A festa começava
entre odor a resina
e gosto a noz-moscada
e vozes femininas

78838089_1020439164962402_1530736544841728000_n.jp

78913227_1019290091743976_8465443848233943040_n.jp

A cidade ficava
sob a luz vespertina
pelas montras cercada
de paisagens alpinas

79133266_1019292358410416_6808174139468152832_n.jp

79137022_1020439004962418_3938924157953114112_n.jp

Poema de: David Mourão-Ferreira

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por VANDOVSKY às 21:17

Quando as crianças brincam...

Domingo, 01.12.19

76794668_1009948486011470_9009466366113087488_n.jp

 

Quando as crianças brincam
E eu as oiço brincar,
Qualquer coisa em minha alma
Começa a se alegrar.

 

E toda aquela infância
Que não tive me vem,
Numa onda de alegria
Que não foi de ninguém.

 

Se quem fui é enigma,
E quem serei visão,
Quem sou ao menos sinta
Isto no coração.

                                                        Fernando Pessoa, 1933

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por VANDOVSKY às 22:25





      

mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Dezembro 2019

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031






comentários recentes

  • Anónimo

    Siiiiim! Ainda há cerca de dois anos consegui ver ...

  • Anónimo

    Por acaso lembram-se de uma série de contos e lend...

  • VANDOVSKY

    Obrigada... Bom Ano...

  • Milton

    Uma singela postagem.Cordial abraço e um excelente...

  • linda

    Saudades dos que a minha avó fazia:'(

  • VANDOVSKY

    Parece que finalmente encontrei a música que falta...

  • Libania Neves

    Ora aqui está um post, que é uma verdadeira lição ...

  • Libania Neves

    fiquei com vontade de conhecer!

  • Libânia

    belo e "doce" post!

  • Existe um Olhar

    Adorei esta ideia dos puzzles! Pequenos detalhes q...





subscrever feeds