Domingo, 23 de Novembro de 2014

Menino

 

 

                      No colo da mãe

                      a criança vai e vem    

                      vem e vai

                      balança.

 

                                 Nos olhos do pai

                                 nos olhos da mãe

                                 vem e vai

                                 vai e vem

                                 a esperança.

 

     Ao sonhado

     futuro

     sorri a mãe

     sorri o pai.

 

 

 

                        Maravilhado

                        o rosto puro

                        da criança

                        vai e vem

                        vem e vai

                        balança.

 

                                               

                 

 

                    De seio a seio

                    a criança

                    em seu vogar

                    ao meio

                    do colo-berço

                    balança.

 

 

 

                                      Balança

                                      como o rimar

                                      de um verso

                                      de esperança.

 

 

 

                                       Depois quando

                                                     com o tempo

a criança

                                                  vem crescendo

                                                          vai a esperança

                                                          minguando.

 

 

     E ao acabar-se de vez

     fica a exacta medida

     da vida

     de um português.

 

 

 

                     Criança

                      portuguesa

                      da esperança

                      na vida

                      faz certeza

                      conseguida.

                      Só nossa vontade

                      alcança

                      da esperança

                      humana realidade.

                                                                       Manuel da Fonseca

publicado por VANDOVSKY às 23:18
link do post | comentar | favorito
Domingo, 1 de Junho de 2014

UPI na Escola

Mamórias de infância...

Ler artigo
publicado por VANDOVSKY às 23:16
link do post | comentar | favorito
Domingo, 16 de Fevereiro de 2014

Vamos adivinhar II

É uma senhora muito esbelta que com finos fios se aperta, quem tiver que a desapertar muitas lágrimas há-de chorar. O...

Ler artigo
publicado por VANDOVSKY às 19:13
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 23 de Dezembro de 2013

Os sapatos na chaminé

Quando, na noite de 24 de Dezembro de 286, os irmãos Crispim e Crispiniano fugiam às perseguições, em Crepy-Valois,...

Ler artigo
publicado por VANDOVSKY às 08:00
link do post | comentar | favorito
Domingo, 22 de Dezembro de 2013

João e o pé de feijão

Era uma vez um rapaz chamado João. Ele vivia com a sua mãe numa casa muito modesta. A mãe estava des...

Ler artigo
publicado por VANDOVSKY às 06:33
link do post | comentar | favorito
Sábado, 21 de Dezembro de 2013

Lenda da Árvore de Na...

Quando o Menino Jesus nasceu, todas as pessoas e animais e até as árvores sentiram uma imensa alegria. Do lado de...

Ler artigo
publicado por VANDOVSKY às 11:11
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 19 de Dezembro de 2013

O Espírito do Natal

Estava o Senhor Teotónio, que era rico, muito gordo e grande fumador de charutos, a carregar o carro com...

Ler artigo
publicado por VANDOVSKY às 10:19
link do post | comentar | favorito

                     Este    Blog              utiliza     o      Google                  Chrome

restos de mim

encontre outros restos

 

Abril 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30


novos restos

Menino

UPI na Escola

Vamos adivinhar II

Os sapatos na chaminé

João e o pé de feijão

Lenda da Árvore de Natal

O Espírito do Natal

It's beginning to look...

A magia do Natal

As três lebres

Natal transmontano

Momentos de inspiração II

Criatividade

Canta, Surrão!

Uma história singular

Um serão na aldeia

As três maçãzinhas de oir...

Um bonito presente

E nós fomos ao Jardim Zoo...

Impressão digital

restos conservados

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

mais inspiradores

tags

todas as tags

restos especiais

Música Tradicional da Bei...

A minha Aldeia

My favourite time of year

Aldeias Históricas... e n...

Momento musical


outros caminhos


Be Happy!!

Directorio de Blogs Portugueses