Quinta-feira, 8 de Dezembro de 2011

As três lebres

 

 

Havia noutros tempos um rei que tinha uma filha, que dizia que só se casaria com um homem que conseguisse inventar uma adivinha que ela não conseguisse adivinhar. Durante muito tempo muitos pretendentes tentaram criar uma advinha que a princesa não adivinhasse, mas nenhum conseguiu até que um aldeão muito esperto decidiu partir para o palácio, sem saber ainda o que havia de perguntar à princesa.

 

Montou a cavalo, sem mais bagagem do que o seu livro de orações e sem  farnel de qualidade alguma.  

 

Durante o caminho teve fome e sede, mas não havia ali em tal descampado nem comer nem água, então o aldeão encontrou um coelho morto no chão e assou-o com a bíblia que levava e comeu-o. A sede era, porém, cada vez maior; ele fez o cavalo ir rapidamente e com um chapéu bebeu o suor que escorria do animal.

 

Chegado ao castelo, viu muitos fidalgos que perguntavam adivinhações à princesa e ela tudo adivinhava. Então ele, depois de terem falado, levantou-se e disse:

 

 

 

 

"Comi carne sem ser caçada

Em palavras de Deus assada

Bebi água que não foi do céu caída,

Nem também na terra nascida.

Adivinhai agora, princesa, se de tanto sois capaz."

 

 

A princesa pediu três dias ao aldeão para tentar adivinhar, reconhecendo que esta tinha sido a advinha mais difícil que tinha ouvido. Ficou o aldeão no palácio à espera que a princesa adivinhasse; mas logo no primeiro dia foi ter com ele uma aia da princesa que lhe disse:

 

- Explicai-me o que hoje perguntastes à princesa e far-vos-ei tudo o que me pedirdes.

 

Respondeu o aldeão:

 

- Explicar-vos-ei tudo daqui a três dias, se me deixardes ficar esta noite no vosso quarto

 

Disse logo a aia que sim e fez-lhe uma cama no chão do seu quarto, quando apanhou a aia a dormir tirou-lhe uma saia e guardou. No outro dia fez o mesmo com outra aia da princesa, e no terceiro dia fez o mesmo com a princesa, que não sabendo o que tinha acontecido às aias, deixou que ele pernoitasse no seu quarto com a condição de ele contar a adivinha, e roubou-lhe o seu chambre de dormir, que era de finas rendas. No quarto dia, logo pela manhã, foi o aldeão explicar a adivinhação às aias e à princesa .

 

Quando chegou a hora de a corte reunir para ouvir a resposta da princesa, esta respondeu:

 

- A carne sem ser caçada, em palavras de Deus assada, era um coelho que encontraste morto no caminho e que assaste no teu livro de orações. A água sem ser da terra nascida, nem do céu caída , era o suor do teu cavalo.

- É verdade – respondeu o aldeão.

 

Então o  rei ordenou ao aldeão que fosse para a sua terra pois nada tinha esperar. Mas ele disso logo:

- Já que a princesa é tão inteligente, peço-lhe que adivinhe agora esta:

 

 

 

"Quando neste palácio entrei

 Três lebres encontrei,

Todas elas esfolei;

E as peles delas mostrarei."

 

 

 

 

Quando ia para mostrar as saias das aias e o chambre a princesa esta levantou-se logo e disse:

 

- Basta, basta, serás meu esposo, pois és o homem mais esperto que aqui tem vindo.

 

Adolfo Coelho

publicado por VANDOVSKY às 07:40
link do post | comentar | favorito

                     Este    Blog              utiliza     o      Google                  Chrome

restos de mim

encontre outros restos

 

Abril 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30


novos restos

Primavera

Inscrição para uma lareir...

A neve

Quando Está Frio no Tempo...

David Bowie... Sempre

Winter Wonder

Menino

Clandestinos do Amor

UPI na Escola

Momentos de inspiração VI...

Momentos de inspiração VI

Momentos de inspiração V

Palavras de mãe

Dá-me um beijo

Dia nacional do estudante

Dia da mulher

Vamos adivinhar II

O Vento que soa...

De passagem por Monsanto....

A cerimónia do chá II

restos conservados

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

mais inspiradores

tags

todas as tags

restos especiais

Música Tradicional da Bei...

A minha Aldeia

Aldeias Históricas... e n...

Momento musical


outros caminhos


Be Happy!!

Directorio de Blogs Portugueses