Segunda-feira, 4 de Maio de 2009

Cantigas da minha infância...

 

 

 

Oh tu que estás no meio

 

Oh tu que estás no meio

A dançar e a bailar,

Vai à roda escolher uma,
Que sirva para teu par.
E dançando muito bem,
Com graça e com jeitinho,
Agora vai começar,

A dança do corridinho...

 

Borboleta Branca

 

Borboleta Branca que se atira ao ar

A menina .......... não se quer casar

Não se quer casar quer morrer donzela

Quer levar p’ra cova palmito e capela

Palmito e capela vestidinha à Conceição

Ora viva o noivo que lhe dá a mão

Que lhe dá a mão ele é que a ama

A menina ........ vai fazer a cama

Vai fazer a cama faça-a bem feitinha

A menina ........ vai ser a madrinha

Vai ser a madrinha que leva o raminho

O menino ........ vai ser o padrinho

Vai ser o padrinho que leva a bandeira

E a menina ......... vai ser cozinheira

Vai ser cozinheira que faz o jantar

Ora viva os noivos que se vão casar.

 

 

Quem souber vai ganhar

 

Quem souber vai ganhar

Faça o que eu disser

Faça o que eu manda

Quem souber vai ganhar

Faça o que eu disser escolhendo o seu par

Sendo assim rodam os dois e a cantar

Só vai terminar no fim

E depois perde o seu par

 

 

Rouxinol

 

Olha a andorinha Rouxinol joga-lhe a fita

Olha a andorinha Rouxinol joga-lhe a fita

Casa com ela Rouxinol, que ela é bonita

Casa com ela Rouxinol, que ela é bonita

Que ela é bonita Rouxinol, que ela é bem boa

Que ela é bonita Rouxinol, que ela é bem boa

Entra a criada Rouxinol sai a patroa

Entra a criada Rouxinol sai a patroa

 

 

No alto da serra

 

Lá no alto daquela serra, lá no alto daquela serra

Está um lenço, está um lenço a acenar

Está um lenço está um lenço a acenar

Ajoelha-te aos pés e reza, ajoelha-te aos pés e reza

Reza a tua, reza a tua oração

Reza a tua, reza a tua oração.

Levanta-te e dá-lhe um beijo, levanta-te e dá-lhe um beijo

Da raíz, da raíz do coração

Da raíz, da raís do coração

 

 

Rosa Branca

Rosa branca ao peito,
A todos está bem.               
À menina “…”  , olaré,
Melhor que a ninguém!

Melhor do que a ninguém,
Ou por dentro ou por fora
Quem sabe lá, olaré,
Quem ela namora...

Quem ela namora,
Quem ela namorou
Ao sair da escola, olaré,
A mão lhe apertou...

 

 

O Limão da Mariquinhas

Chora Mariquinhas, chora
Chora porque o limão, Mariquinhas
Está na roda
Procura o limão, Mariquinhas
Que ele cá não está
Que ele cá não se encontra
Está no meio do caminho
A dançar o solidó
Quem tem?

 

 

 

 

 

publicado por VANDOVSKY às 23:46
link do post | comentar | favorito

                     Este    Blog              utiliza     o      Google                  Chrome

restos de mim

encontre outros restos

 

Abril 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30


novos restos

Primavera

Inscrição para uma lareir...

A neve

Quando Está Frio no Tempo...

David Bowie... Sempre

Winter Wonder

Menino

Clandestinos do Amor

UPI na Escola

Momentos de inspiração VI...

Momentos de inspiração VI

Momentos de inspiração V

Palavras de mãe

Dá-me um beijo

Dia nacional do estudante

Dia da mulher

Vamos adivinhar II

O Vento que soa...

De passagem por Monsanto....

A cerimónia do chá II

restos conservados

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

mais inspiradores

tags

todas as tags

restos especiais

Música Tradicional da Bei...

A minha Aldeia

My favourite time of year

Aldeias Históricas... e n...

Momento musical


outros caminhos


Be Happy!!

Directorio de Blogs Portugueses